Turista Acidental – minha trajetória em Londres, da TV à vida real!

Escrevi esse texto para a seção “London By” do jornal Brasil Observer e foi publicado na edição de Dezembro 2016.

Me lembro de pensar, “nossa, que cidade feia”, quando o motorista fazia o trajeto do aeroporto de Heathrow para o meu hotel, em Swiss Cottage, no noroeste de Londres. As casas todas iguais, tempo cinza, tudo muito estranho para os olhos de uma carioca acostumada com sol, praia e a beleza natural do Rio de Janeiro!Dia 15 de julho de 1992. Duas semanas antes eu recebia um telefonema confirmando meu novo contrato com o escritório de jornalismo da TV Globo  na capital britânica! Avisei na produtora onde trabalhava como freelancer, fechei a conta no banco, me despedi dos amigos e familiares, pus tudo que eu consegui em 3 malas e vim sabendo que era pra ficar!

Muitas águas rolaram nesses 25 anos! Não trabalho mais na Globo e nem como editora de imagens! Me tornei cidadã britânica e me casei com um londrino, nessa ordem, por isso sempre brinco com meu marido que ele pode ter certeza que casei por amor e não pelo passaporte!

tower-bridge-turistasVirei bogueira – ou pelo menos estou tentando – e faço passeios guiados pela cidade, que deixou de ser um patinho feio e agora não para de me encantar!

20170302_125809

Hoje a minha felicidade é ver o brilho nos olhos dos turistas quando se deparam pela primeira vez com os monumentos saídos dos cartões postais! Big Ben, London Eye, Tower Bridge, Palácio de Buckingham! E com eles aprender a ser turista também – como vim para trabalhar com telejornalismo, as imagens que me interessavam antes eram bem diferentes.

Waterloo Sunset em janeiro-01Não me canso de passear pela beira do rio Tâmisa, passando pelas lindas pontes, cada uma com sua história. A música que eu mais gosto sobre Londres é “Waterloo Sunset”, do Kinks, e realmente a ponte de Waterloo é um dos lugares mais legais para se ver o pôr do sol.

9Viajar nos cheiros e sabores do Borough Market, um dos maiores mercados de comida de Londres e um paraíso para quem gosta de cozinhar (e comer) como eu!

The Anchor pubSentar no pátio do The Anchor, um dos Pubs mais antigos da cidade, e concluir que o escritor inglês Samuel Johnson tinha toda razão: “se você está cansado de Londres, está cansado da vida. Porque há em Londres tudo que a vida tem para oferecer”!

Millennium BridgeAdmirar a cúpula da Catedral de St Paul no horizonte da Millennium Bridge.

Tomar um drink no Riverfront enquanto espero a sessão do meu filme clássico preferido começar  no BFI (British Film Institute).

National GalleryEntrar na National Gallery, um lugar pra deixar de boca aberta até mesmo quem não entende nada de arte, como eu, nem que seja só pra usar o wifi, e sentar em frente a uma obra de Rapahel, Caravagio, Degas, Van Ghogh. São mais de 2000 quadros pintados desde o século XIII até o começo do século XX.

primorse-hill-park-vista-2Ver Londres do alto do Primrose Hill, o meu parque favorito. Ou da London Eye, a roda gigante mais famosa do mundo. Do Sky Garden, como o nome diz, um jardim no céu instalado no topo do prédio apelidado de Walkie Talkie, na City. Do Emirates Cable car, o teleférico que atravessa o rio Tâmisa no lado leste da cidade. Ou do décimo andar do prédio novo da Tate Modern, uma das maiores galerias de arte contemporânea do mundo. E quase tudo de graça!

Descobrir, a cada dia, lugares diferentes e curiosidades da cidade que eu gosto de chamar de casa!

_MG_5819Londres é como uma festa barulhenta e cheia de gente, mas com uma porta para um jardim tranquilo que podemos entrar para relaxar e apreciar a natureza de uma metrópole com 47% de área verde.

canal1Adoro explorar os mercados de Camden Town e depois fugir da “muvuca” pelo Regent’s Canal, caminhado até Little Venice ou dando uma paradinha no Regent’s Park para ver as rosas no início do verão!

autumn leavesAs estações do ano, todas tem seu charme, mas o outono é a minha preferida, com suas cores e o arzinho gelado anunciando que está na hora de tirar os casacos do armário!

winter-wonderland-snowmanA escuridão do inverno deprime muita gente, mas é só passear pelas ruas do  West End e pegar a energia das luzes e vitrines de Natal, cada uma mais linda que a outra. E depois ir se divertir no Winter Wonderland, no Hyde Park. Patinar no gelo, andar na montanha russa ou simplesmente festejar na Bavarian Village com muita cerveja, comida e música típicas.

Ver os fogos do Ano Novo e ouvir o Big Ben soar as badaladas da meia-noite, nem que seja pela TV – nunca fui ver ao vivo porque sempre trabalhava, mas, quem sabe, agora que virei turista, não me animo?

daffodilE que felicidade ver os primeiros  narcisos da primavera e aquele verdinho novo nas árvores que dão um ar de campo à uma das cidades mais cosmopolitas do mundo!

Mais um ciclo, mais um ano. A vida passa e meu amor por Londres não para de crescer!

big ben seagullVem passear comigo em Londres!

Passeios guiados com guia brasileira e roteiros personalizados com apoio local de quem mora em Londres há mais de 20 anos!

Mande e-mail para info@londrespravoce.com ou clique em Contato para maiores informações e orçamento.

Reserve seu hotel através do Booking.com (você não paga mais caro reservando pelo link do blog e eu ganho uma comissão). 

E para saber onde comer, baixe GRÁTIS o guia “100 Restaurantes em Londres” 

Curtiu? Deixe um comentário! Obrigada!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s